REFLEXÕES SOBRE A EMERGÊNCIA DA SOCIALIDADE NA VIDA CONTEMPORÂNEA: UM BREVE DIÁLOGO COM A OBRA DE MAFFESOLI

Pedro Boal, Jô Gondar

Resumo


Este artigo possui o objetivo de ampliar o diálogo acerca do que Maffesoli advoga ser a socialidade. Para tanto, utilizaremos o pensamente de dois importantes autores como intercessores teóricos capazes de trazer à tona detalhes pouco esclarecidos do pensamento de Maffesoli e, portanto, ainda mal explorados. Bergson aparece com sua proposta de uma sociedade do futuro ancorada não mais na inteligência, faculdade da forma, mas da intuição, faculdade humana capaz de operar transformações. Como urdidura destas faculdades encontra-se algo mais elementar que, como a socialidade para Maffesoli, abarca tanto intuição como inteligência; o elã vital. A partir desta homologia entre os pensamentos destes autores é possível dar um passo decisivo na compreensão do que Maffesoli propôs como socialidade, aprofundando e dando solidez a um conceito elaborado de maneira consideravelmente dispersa e fragmentada. Bergson, no entanto, não figura como fim último deste artigo. Walter Benjamin, através das suas considerações acerca do narrador, como sujeito capaz de contar a tradição de modo singular, e de suas considerações sobre o potencial político contido nas relações entre a criança e o brinquedo, traz o problema da politização do instinto. Além do esclarecimento sobre a dinâmica de poder inscrita nas diferentes capacidades humanas, Benjamin possui um sentido mais profundo nesta trama por trazer para o debate o problema da história, da emergência e do perecimento de formas de subjetividade, formas de tornar-se sujeito. Sobretudo, este artigo propõe um debate ainda inconcluso, sujeito, certamente, a ser aprofundado e rediscutido. Cabe, no entanto, ressaltar a importância destes pensamentos para a vida contemporânea quando produzidos de um ponto de vista interdisciplinar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

ISSN: 1679-9844 
  

 This work is licensed under a Creative Commons License Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.