A MULHER NA PESCA ARTESANAL: UM DEBATE SOBRE O DIFÍCIL ACESSO AS POLÍTICAS PÚBLICAS E A INVISIBILIDADE DO TRABALHO PRODUTIVO

Authors

  • SHIRLENA CAMPOS DE SOUZA AMARAL
  • ARI GONÇALVES NETO
  • JOSÉ NOGUEIRA ANTUNES NETO
  • KARINA RITTER MANHÃES

Keywords:

Pesca artesanal; Gênero; Direitos; Mulheres na pesca

Abstract

O trabalho da mulher na atividade da pesca artesanal representa uma alternativa de subsistência, fonte de trabalho e renda para inúmeras famílias no Brasil. Entretanto, a atuação da mulher neste universo ocorre, com algumas exceções, num contexto de invisibilidade e desvalorização do seu trabalho, entendido, muitas vezes, como extensão das tarefas domésticas. Ademais, e tomando por base o fato de que a pesca artesanal tem peculiaridades quando praticada por homens pescadores, o presente artigo aborda questões relacionadas ao gênero como fator de desigualdades, bem como a invisibilidade da mulher na pesca notadamente considerando o processo de produção da renda pesqueira e alguns dos fatores históricos que contribuem para esta caracterização. Em verdade, este artigo é resultado de pesquisa financiada pelo Projeto de Educação Ambiental (PEA) Pescarte que é uma medida de mitigação exigida pelo Licenciamento Ambiental Federal, conduzido pelo IBAMA. Evidencia-se, assim, que a desvalorização do trabalho da mulher na pesca artesanal e a falta de reconhecimento social pelos seus pares, da sociedade e do Estado inviabiliza sua atuação política nos espaços democráticos.

Downloads

Download data is not yet available.

Downloads

Published

2022-02-26

How to Cite

SHIRLENA CAMPOS DE SOUZA AMARAL, ARI GONÇALVES NETO, JOSÉ NOGUEIRA ANTUNES NETO, & KARINA RITTER MANHÃES. (2022). A MULHER NA PESCA ARTESANAL: UM DEBATE SOBRE O DIFÍCIL ACESSO AS POLÍTICAS PÚBLICAS E A INVISIBILIDADE DO TRABALHO PRODUTIVO. InterSciencePlace, 16(3). Retrieved from http://www.interscienceplace.org/index.php/isp/article/view/62